Resenha “Na Mala do Imigrante” por Bibliotecas De Alexandria

Olá queridos leitores!! O blog literário “Bibliotecas De Alexandria” viajou com a mala e nos conta o que achou desta viagem…Vamos conferir?

Você poderá ler aqui ou no link abaixo:

http://bibliotecasdealexandria.blogspot.pt/2016/02/resenha-na-mala-do-imigrante.html

[Resenha] Na Mala do Imigrante – Well Moreira

Título: Na Mala do Imigrante
Autor: Lígia Pereira Boldori / Facebook / Instagram / YouTube
Páginas: 156 Páginas
Editora: Chiado Editora
Onde comprar:Livraria Travessa
Nota: ⭐️⭐️⭐️⭐️

namaladoimigrante

Sinopse: Um livro sincero e emotivo, cômico e trágico; que de uma forma sem rodeios ou intimidações retrata a realidade das mais diferentes situações vividas por um imigrante.
Composta por capítulos desenvolvidos em pequenas narrativas/episódios; finalizando-se individualmente.
A riqueza descritiva; pormenorizada, o fará sentir- se parte integrante da história. A cronologia da obra desenvolve-se baseada na história de um imigrante, “…de todos se fazem um e de um fazemos todos ”. Cada acontecimento relata uma parte do processo de imigração: adaptação, adoção, vivência e convivência, que “um e todos” são passíveis de experienciar. Relato dos possíveis “estágios” vividos; desde a arrumação das malas para a partida – dentre muitas outras aventuras durante sua imigração-, até o dia do seu retorno: a volta para casa. Mas afinal, será que ele, ela, voltará? E onde já considera-se casa? Para saber, basta abrir a mala do emigrante. As diversidades culturais retratadas ao decorrer das histórias proporcionarão ao leitor a oportunidade do conhecimento de palavras específicas, estrangeirismos, calões, gírias e expressões locais e outras ainda em outros idiomas; – ora já conhecidas, ora inusitadas –, das quais, de uma forma didática, estarão numeradas ao longo do texto e explicadas no rodapé, relativo á página da citação, em formato “vocabulário”.
Resenha:
“Na Mala do Imigrante” é um livro de contos, e com isso não somos apresentados a apenas um, mas a diversos personagem, em diversas situações e nos mais diferentes locais ao redor do mundo. Em cada conto conhecemos a estória de um imigrante, que pode variar entre triste, engraçada ou até motivadora. Todas as estórias são baseadas em fatos verídicos, alguns dos acontecimentos descritos no livro me fez pensar “se isso realmente aconteceu, só tenho a agradecer por não ter ocorrido comigo ” como foi o caso de Kely, que teve um pequeno incidente quando subia no avião:
“A Queda foi inesperada, mas o rosto parecia saber a direção exata onde deveria tocar. Diretamente e em cheio: nas partes baixas do atraente piloto…”   
— Na Mala do Imigrante (pág.28)
Alguns desses contos são bem tocantes, o preconceito que esses imigrantes passam, as dificuldades em encontrar um emprego, alguns conseguem alcançar o objetivo que os levaram à imigração, outros não têm o mesmo privilégio. O livro vai te fazer sorrir, chorar, e se divertir com cada um dos personagens.
Leitura cativante, simples, divertida e emocionante. É uma das capas mais bonitas da minha estante, o papel das páginas e capa é ótimo, não deixa o livro amassar, você pode abrir o livro no máximo e ele volta pro lugar sem deixar marcas. Eu não conseguir escolher um conto favorito, mas confesso que me apeguei a alguns personagens mesmo os histórias sendo breve. Todo livro tem uma mensagem para transmitir ao seu leitor, e acho que consegui receber essa mensagem, a autora quer passar para nós, leitores, que a nossa vida é como uma viagem, e temos que fazer escolhas que vai nos proporcionar coisas boas e outras nem tanto, mas que nos trará bagagens (histórias) para carregarmos em nossas mala.  
Sobre a autora:

“Ligia Pereira Boldori nasceu a 16 de Outubro de 1976 em Maringá- Paraná- no sul do Brasil. Desde pequena já demonstrava facilidade e gosto pela comunicação. Cursou Magistério e foi professora durante 5 anos. Em 1995 ingressou no curso de Letras, tendo também posteriormente cursado Comunicação Social – Jornalismo.
Foi apresentadora de televisão por mais 5 anos, em programação de entrevistas locais. Deixou a profissão em 2002 para casar-se e formar família. Mudou-se para Londres onde nasceram seus dois filhos. Por oportunidades de negócios, em 2009 mudou-se para Portugal, onde reside até hoje, desenvolvendo uma empresaprópria (clínica dentária) com seu esposo (médico-dentista).
Todavia a paixão pela comunicação estava apenas adormecida.
Em 2014 decide-se retornar aos “bancos escolares” e ingressa no curso de Línguas, Literaturas e Culturas – Inglês e Francês, na Universidade do Algarve, sul de Portugal.
Com o retorno aos estudos, a paixão pela comunicação desperta-se e uma nova paixão nasce.
Saindo das telas” de tv e indo para a telinha do computador, Ligia descobre o prazer na escrita e decide “por para fora” tudo o que “passava cá dentro”; desta vez não em uma entrevista televisiva, mas registada nas páginas de uma obra literária.
O gosto foi tão grande que a segunda e a terceira obra já estão a “meio caminho” do seu término… “

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s