Lançamento Brasil : 10 dias da mala! DIA 1! A PARTIDA

A viagem da mala em 10 dias : destino : Brasil (Primeira Parte)

Olá queridos leitores!
Estarei relatando diariamente, estes 10 dias da viagem para o lançamento 📚” Na Mala do Imigrante” no Brasil!🇧🇷

Dia 1- A PARTIDA 

Meu pequeno tour iniciou às 23:30 do dia 11/6, saindo do Algarve rumo à Lisboa.🇵🇹GetAttachment (50)
Eu e a mala. Uma viagem solitária. É neste momento que já começo a sentir aquele bichinho irritante e inevitável, que começa na garganta, embargando nossa voz, e termina no coração: numa compressão dolorida e inexplicável. É como calçar uns sapatos novos. No início a sensação do novo é interessante, mas com pouco tempo, o desconforto só faz desejar que dele nos livremos : a saudade dos que ficaram…😢

😘Um beijinho breve em cada um dos meus 2 pequenos e um beijinho mais pausado no meu grandão. Nunca gostei de despedidas e nem sou boa nisso…portanto um “até semana que vem” foram as poucos palavras que fui capaz de dizer…

A Rodovia A22 – Algarve para a capital Lisboa, é muito bem estruturada e de fácil condução. Pista única ( 3 pistas na grande parte do trecho-ida) como único era o meu objetivo. Três horinhas, regadas ao som de Bruno e Marrone e Daniel. Uma trilha sonora que completou a melancolia e ao mesmo tempo a paixão daquela viagem a dois: eu e a mala.

Aeroporto de Lisboa. A mala voa até Amsterdã para então chegar até São Paulo. São 4 horas (da madrugada de sexta), o aeroporto ainda está praticamente vazio. Algumas pessoas dormem encolhidas nos bancos, espalhadas pelos corredores. Os voos iniciam às 5 da manhã. No banheiro ouço alguém a bater rispidamente as portas e a resmungar. É a senhora da limpeza. Ponho-me à refletir por segundos e tento listar mentalmente a quantidade de empregos nocturnos que existem, nas mais diferentes funções. Não deve ser fácil trabalhar enquanto todos dormem, ou pelo menos deveriam estar dormindo… Por segundos agradeço à Deus pelo meu trabalho e chego em uma conclusão: O que tenho foi por opção, mas esta “sorte” nem sempre chega à todos. Nem todas as pessoas podem realizar suas escolhas.  Muitas vezes a necessidade supera a opção. Agradeça por aquilo que você tem e escolheu… fica o toque.

O voo até Amsterdã durou cerca de 4 horas. imageGetAttachment (46)
É engraçado quando nos encontramos na fila de embarque viajando desacompanhados. Olhamos à nossa volta e imaginamos : quem será que sentará ao meu lado? O ser humano tem este incrível senso de seleção, mesmo que por vezes involuntário.

👀Reparei logo em um senhor de peso elevado (sim, ele era bem gordinho) que falava muito alto, no idioma espanhol, com sua companheira. Ele trazia vestido uma camisa xadrez, calças de lã preta. Uma grande nódoa de suor rodeava todo o braço e chegava até o peito. Quis recusar os pensamentos da possibilidade daquele “afortuno passageiro” ser meu “vizinho” de assento.

Quão poderoso pode ser o poder da nossa mente! Inconsciente atraímos tudo aquilo que pensamos!
Sabe quando dizemos que há pessoas com tanta sorte, que até o pão quando cai no chão, tem que cair com o lado da manteiga para baixo? Pois é. Reparei e discriminei! Mas o destino estava traçado. Ao aproximar-me do meu assento, notei a aproximação daquele casal. Parecia uma brincadeira, recusava-me a acreditar. Era para mim uma piada sem graça. Completando  “a cereja no topo do bolo”, o “cheiroso e espaçoso” companheiro de voo, teve ainda a impecável habilidade de roncar as quatro horas do voo.

😜Mas sobrevivi e fui capaz de – para além do mau cheiro, do ronco e do aperto – sorri e de coração os desejei boa viagem. Aceitar o óbvio é fácil. Mas e quando temos que amar e respeitar o que nos incomoda???? 

Chegamos em Amsterdã, linda! Vista de cima, na visão Google map! Kkkk
A conexão para o voo de São Paulo foi também uma grande aventura, ou melhor dizendo, uma grande maratona, para ser mais específica. Desembarquei no portão B e a conexão para São Paulo partiria do E 24, o último “gate” do aeroporto.

✈️Naquela manhã, o “luchthaven” estava abarrotado de pessoas e suas malas. Uma disputa que me fazia lembrar uma corrida de marcha atlética. Todos a passinhos extraordinariamente rápidos .GetAttachment (51)

Hora do embarque! 🇧🇷São Paulo lá vou eu! Para compensar o desconforto do primeiro voo, desta vez nem olhei para os que embarcavam, rsrsrsrs Por sorte, um jovem casal de brasileiros, “magrinhos e cheirosos” me faziam companhia… Quanto ao ronco, ainda não sei dizer, eles estão ainda bem acordados 😉

Vou tentar descansar um pouco, nestas próximas 12 horas de voo. Até amanhã! Venha comigo nesta viagem!! ✈️

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s